Eletro ROSAM – Cerca eletrica Maringa

Cuidados na hora de instalar a cerca elétrica

Consumidor deve prestar atenção na contratação da empresa e nos materiais usados

Para aumentar a segurança, muitos contam com o auxílio do sistema de cerca eletrica maringa. Ser uma solução visível, e que faz o invasor supor a existência de outros aparatos de proteção, é o grande diferencial. Assim, há o desístimulo de qualquer tentativa de crime dentro do imóvel.

De acordo com a síndica Laudéci Texeira de Castro Cunha, um dos motivos que levaram a instalação do equipamento no edifício no qual mora, na Ilha do Retiro, foi a existência de áreas ruins de serem vigiadas. Estas deixavam o local mais vulnerável à invasão de intrusos. “Ainda bem que nunca sofremos ameaça de assalto, acho que a cerca elétrica inibe o ladrão”, diz. Porém, o zelador do local Fabiano Acioli comenta que a sirene do sistema já tocou algumas vezes. “Animais como gatos a fazem disparar, mas ao percebermos que o invasor é um animal rapidamente avisamos à nossa central de segurança”, diz.

Para quem tem o intuito de se munir do dispositivo para se sentir protegido, vale ficar atento a alguns cuidados quando for adquirir este tipo de sistema. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese), o primeiro passo é contratar uma empresa legalmente constituída, com capacitação técnica e atendimento pós-venda comprovados. Desta forma o consumidor não estará correndo o risco de cair na “armadilha” de firmas ou montadores autônomos que visam apenas ao lucro, praticando valores atrativos, mas que na verdade só são possíveis mediante à utilização de materiais e serviços de baixa qualidade.

A instituição recomenda ainda que, depois de escolhida a empresa, o consumidor deve procurar saber se o equipamento eletrificador a ser utilizado atende às exigências da norma Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). “Existem no mercado muitas marcas, porém em virtude da falta de informação dos consumidores e até mesmo de companhias instaladoras, muitos dos fabricantes simplesmente ignoram as regras e produzem produtos mais baratos. Isso causa no consumidor a sensação de estar fazendo um bom negócio”, afirma o diretor da Abese, Sergio dos Santos Ribeiro.

Vale destacar que não há legislação federal sobre o assunto, porém vários estados e municípios brasileiros já criaram suas leis que regulamentam a instalação de cercas elétricas dentro de seus limites. Entre outras determinações, estão altura mínima dos fios, quantidade e distância entre as placas de advertência e etc. Mais de 90% destas leis exigem que o equipamento obedeça às normas técnicas editadas pela ABNT.

Por fim, com a garantia da empresa de que o eletrificador atende às normas, é preciso certificar-se também de que os acessórios de instalação, como hastes, fios, isoladores, entre outros, sejam de boa qualidade e de acordo com as recomendações do fabricante do equipamento. Seguindo todas estas recomendações, o consumidor provavelmente estará efetuando uma boa compra e garantindo a sua segurança sem colocar em risco a saúde dos moradores.

CHOQUE
Primeiramente, o interessado em instalar o equipamento deve estar ciente de que as cercas elétricas sobre os muros ou grades dos imóveis provocam um choque elétrico não fatal. Aqueles que venham a “tocar” na fiação que a compõe, apenas irão sentir um grande desconforto. Deste modo, mantém o invasor afastado do espaço delimitado.

O sistema da cerca possui um princípio de funcionamento simples. Basicamente é composto por um eletrificador que gera uma tensão que é aplicada nos fios presos aos isoladores, que por sua vez estão presos às hastes que compõem a cerca de proteção. Após haver percorrido os fios da cerca, a tensão volta ao eletrificador e este efetua uma “medição”. Caso o valor medido esteja abaixo do valor mínimo que foi ajustado durante a instalação, o equipamento dispara um relé de saída que, por sua vez, dispara uma sirene ou outro equipamento de alarme.

Cuidados na instalação
Seguir fielmente as orientações e determinações do manual de instalação do fabricante do eletrificador.

Nunca utilizar o neutro da rede elétrica como terra do sistema.

Nunca instalar eletrificadores que afirmam não precisar de aterramento.

Utilizar materiais de boa qualidade, de nada adianta um bom eletrificador instalado com acessórios ruins.

Efetuar previamente uma análise de risco do imóvel para levantamento de pontos vulneráveis.

A central de choque deve ser instalada em local protegido e de acesso restrito, mas que, ao mesmo tempo, permita aos operadores do sistema ligá-lo e desligá-lo quando necessário.

As centrais de choques não devem possuir chave (fechadura elétrica) de liga e desliga com baixa isolação interligada por fio ao circuito do equipamento, na qual o usuário poderá, por algum defeito, levar um choque. Nesse caso, o equipamento deve ser ligado por chave magnética ou transmissor de rádio.

Fonte: Folha PE

Portao eletronico Maringa

eletrorosam-logo-1-300x77

 

Eletro Rosam Trabalha com

Cerca eletrica maringa e portao eletronico maringa

E garante as melhores condições aos seus clientes por ter parceria fidelizada com os principais fabricantes, como a PPA Maringa. Atuando no setor de portão eletrônico maringa, venda de produtos e automação, a empresa representa os produtos PPA de excelente qualidade. A Eletro Rosam trabalha com a PPA e as melhores marcas, trazendo equipamentos que realmente são sinônimos de conforto e confiabilidade ao consumidor, o que a faz líder no mercado nacional.

A PPA inova no segmento em que atua e oferece soluções para o dia a dia das pessoas, para maior conforto e segurança. A PPA emprega máxima tecnologia em toda a sua linha, como Automatizadores de portão, Cancela, Portas automáticas e segurança eletrônica. A PPA sabe que é preciso investir constantemente em qualidade e tecnologia para ser referência no mercado.

PPA – Soluções em Produtos e Serviços

A história da PPA começa em Garça, interior de SP, com sua fábrica. A PPA conta com centenas de distribuidores e mais de 20 mil revendedores, incluindo a LM Soluções Integradas. Seguindo a linha da PPA, a Eletro Rosam com uma equipe de profissionais altamente qualificados, para dar soluções e não somente produtos.

A PPA lança tecnologias exclusivas para colocar ao alcance de todos, os automatizadores mais rápidos do mercado. Através de seus produtos, a PPA proporciona mais conforto com segurança a você e sua família.

Mix de Produtos PPA

A PPA conta com uma vasta linha de automatizadores para portas e portões, cancelas automáticas, sistemas de controle de acesso, motores elétricos, inversores de frequência e sistemas completos de alarmes, interfaces de comunicação, receptores digitais, sensores e acessórios.

A qualidade dos produtos PPA, bem como o seu processo de fabricação é reconhecido pelo mercado ao longo dessa trajetória e outra prova disso é que a PPA foi a primeira empresa do segmento a ter seu sistema de gestão da qualidade certificado pela Fundação Vanzolini com o selo ISO 9001 desde o ano 2000.

A Eletro ROSAM também é especializada e oferece Cerca Eletrica , Cameras de seguranca (cftv) , interfone ,Porta Automatica, Portao basculante ,Portao Deslizante, Automatização de portão e Portao eletronico maringa com o melhor custo benefício do mercado.

Cerca Eletrica Maringa – EletroROSAM – BIG cerca Maringa

A Super cerca eletrica maringa da Eletro Rosam segue basicamente o mesmo principio tecnológico da cerca elétrica convencional com algumas vantagens em relação à segurança, efeito moral, resistência e durabilidade.

No caso dessa cerca elétrica maringa são utilizadas hastes tubulares em alumínio com uma resistência a pressão por parte do invasor de no mínimo 10 vezes maior do que a cerca elétrica convencional.

Haste Cerca Elétrica ProfissionalHaste Cerca Elétrica ProfissionalHaste Cerca Elétrica Profissional

 

A Eletro Rosam usa isoladores dessa cerca elétrica são tratados contra os raios do sol, para que tenham uma vida útil longa. A haste dessa cerca elétrica tem cinco anos de garantia de fabrica.

Os ganchos dessa cerca elétrica são de alumínio para que não venham sofrer a ação da ferrugem.

A fixação das hastes da cerca elétrica será feita com o material adequado a arquitetura do local. Trata-se de uma cerca elétrica visivelmente muito mais difícil de ser burlada pelo invasor exercendo assim um efeito moral muito maior do que a cerca elétrica convencional.

Eletro Rosam vende Essa cerca elétrica com 4 ou 6 fios, sendo a cerca elétrica com 4 fios com 0,75 centímetros de altura e a cerca elétrica com 6 fios com 1 metro de altura.

O fio de aço inox utilizado nessa cerca elétrica é o de 0,90 que tem o dobro da resistência da cerca elétrica convencional que o fio usado é o 0,45.

A cerca elétrica profissional  da eletro rosam assim como a cerca elétrica convencional permite a instalação de sensores de alarmes no imóvel e discadora para que o próprio cliente possa monitorar o seu imóvel sem que haja a necessidade de contratar uma empresa e ter custos com mensalidades de monitoramento.

A cerca eletrica maringa profissional ele pode ser usada como cerca elétrica ou cerca eletrônica.

 Função Cerca Elétrica maringa: Caso alguém toque na cerca recebera uma descarga elétrica e se o fio for cortado o alarme será acionado.

Função Cerca Eletrônica: a cerca não emitira descarga elétrica porem caso algum fio seja cortado o alarme será acionado.

 

Duvidas www.eletrorosam.com.br

email : eletrorosam@gmail.com

Telefones : 44 99815743

44 9127 5701

 

Cerca Eletrica Maringa – Eletro Rosam

A EletroROSAM executa trabalhos de instalação, manutenção e assistência técnica de cerca eletrica maringa , colocando a disposição de nossos clientes nossa vasta experiência na área de segurança eletrônica sempre buscando atender suas necessidades e anseios fornecendo produtos e serviços com qualidade e preço justo.

Trabalhamos com as melhores marcas do mercado e explicamos as diferenças entre elas.

Logo abaixo você vai ter todas as informações técnicas e necessárias para poder usufruir do mais eficiente e usado sistema de proteção perimetral.

Central de Choque para cerca elétrica
Tanto para uma cerca elétrica residencial quanto para uma cerca elétrica comercial a central de choque ou eletrificador para cerca elétrica utilizado é o mesmo.
Essa central transforma a eletricidade continua 110/220 Volts  para uma voltagem pulsativa variável entre 8.000 e 12.000 volts dependendo do modelo da central de cerca elétrica e distribuira esse choque por toda a extensão da cerca elétrica, por se tratar de um choque de baixíssima amperagem caso alguém ou algum animal venha a tocar na cerca elétrica esse choque não causar nenhum dano a saúde do mesmo.

Bateria para cerca elétrica

A função da bateria na cerca elétrica é permitir que o equipamento continue funcionando em caso de falta de energia elétrica no local, tanto a cerca elétrica quanto os acessórios instalados na cerca elétrica continuarão em pleno funcionamento. Quando a energia elétrica for reestabelecida  a cerca elétrica voltara a funcionar automaticamente pela energia do imóvel e recarregara a sua bateria.
Vale a pena lembrar que a cerca elétrica só funcionara n bateria em caso de falta de energia.

Haste de aterramento para cerca elétrica
A maioria dos modelos de cerca elétricas necessitam que seja instalada uma haste de aterramento para potencializar o choque tornando a cerca elétrica muito mais eficiente e também causa uma maior proteção ao equipamento em caso de descargas elétricas elevando a vida útil da cerca elétrica e reduzindo os custos em manutenção da cerca elétrica.

Repuxo automático para cerca elétrica
O repuxo automático é um sistema de molas elabordo para manter a fiação da cerca elétrica sempre tensionada e evitar o afrouxamento dos fios da cerca elétrica quando ela receber impactos de bolas, galhos de arvores etc, evitando assim gastos na manutenção da cerca elétrica e mantendo a sua cerca elétrica sempre com bom aspecto estético.

Hastes para cerca elétrica em alumínio maciço
São hastes perfiladas em alumínio maciço de alto brilho de longa durabilidade e de melhor estética para cerca elétrica.
Alturas de hastes para cerca elétrica: 4 fios para cerca elétrica com 75 centimetro de altura e 6 fios para cerca elétrica com 1 metro de altura.

Isolador para cerca elétrica
Isolador em nylon tratado com 5 anos de garantia de fabrica ideal para qualquer tipo de cerca elétrica.
Placas de advertência cerca elétrica, com dizeres e símbolos de advertência, podendo assim ser compreendido por todos de ser tratar de uma cerca elétrica.

Manutenção da cerca elétrica
É recomendável uma revisão a cada ano para garantir o pleno funcionamento da cerca elétrica.

Zona de alarme mista na cerca elétrica
As melhores marcas do mercado de centrais para cerca elétrica possui centrais com dupla função alarme e cerca elétrica na mesma central possibilitando um maior custo beneficio para o cliente.

Controle remoto para cerca elétrica
O controle remoto permite um controle total do equipamento tanto do alarme quanto da cerca elétrica em um único controle.

Cabo de  alta isolação para a cerca elétrica
O cabo de alta isolação para cerca elétrica é usado para interligar  central de choque da cerca elétrica ao inicio da parte externa da cerca elétrica.

Cabo 2 pares para cerca elétrica
O cabo 2 pares é um cabo com 4 vias que é utilizado para a instalação dos acessórios na cerca elétrica tais como: Cirenes, discadoras e sensores com fios.

Cabo paralelo para cerca elétrica 2×1
O Cabo paralelo para cerca elétrica é utilizado para interligar a central da cerca elétrica a energia do imóvel.

 

Cerca Eletrica Maringa – TIPOS de cerca – EletroROSAM

Tudo Sobre Cerca Elétrica Maringa – EletroRosam
A cerca Elétrica maringa é um ótimo equipamento de segurança, classificado como Protetores de Perímetro, são amplamente utilizados em Condomínios, empresas e residências. Quando bem instalados e os equipamentos forem de qualidade, se tornam um grande aliado para a segurança do local ou imóvel resguardando pessoas ou bens.

Existem atualmente no mercado inúmeras marcas e modelos com muitas funcionalidades e acessórios, mas o princípio de funcionamento de todas são iguais.

A EletroROSAM usa central de choque ou eletrificadora emite um choque ou pulso com uma tensão elétrica elevada (de 8.000 á 12.000 volts) e percorre todo o circuito do sistema através do fio de aço inox e retorna para a central de choque. Porém este pulso não possui amperagem, o que não torna letal ao seres humanos e animais, quando este pulso não retorna á central (por corte, curto circuito ou descarga) logo é identificada e o sistema então é acionado através de uma sirene e/ou outros acessórios (discadora) instalados na central.

O choque por sua vez é altamente perturbador e produz um efeito inibidor psicológico eficaz, levando o intruso
à desistir ou sequer tentar invadir o local.

Todo sistema de cerca elétrica é composta dos seguintes equipamentos: Central de Choque, Bateria de Emergência, Sirene, Hastes (para sustentação dos fios), fios de aço inoxidável, cabos de alta isolação, repuxos ( mantém os fios esticados), placas de advertência , todos vendidos pela EletroROSAM

Qual é a melhor Haste para cerca elétrica maringa ?

Na hora de escolher hastes para cerca elétrica com a A EletroROSAM , não se surpreenda com inúmeras marca e modelos com preços que podem diferir em até 200%, lembre-se de nada adianta um sistema de segurança que somente lhe traga uma “SENSAÇÂO” de segurança, então indicamos hastes em aluminio maciço com isoladores em poliéster, pois modelos de haste finas podem ficar tortas com ação de ventos fortes e os isoladores de plásticos podem trincar devido a ação do tempo (sol/chuva)e ocasionar disparos falsos, algumas hastes chegam a ser tão finas que não podem nem ser esticadas que entortam, desconfie de valores muito baixos.

Porque devo usar repuxo automático na cerca elétrica maringa ?
Alguns instaladores pensam que é somente pela estética, mas não é só isso, esses tensionadores do circuito da cerca elétrica aumentam a sensação do choque, pois a cerca frouxa diminui esta sensação no contato com o intruso, alem disso uma cerca cuidada e bem esticada leva aos olhos do intruso que ali tem um sistema que realmente está funcionando.

Lembre-se: Mantenha a manutenção de sua cerca elétrica, faça pelo menos uma revisão po ano.

EletroROSAM Bateria para cerca elétrica e alarme

Todo sistema de segurança que se preze deve conter uma bateria de emergência, claro pois uma das primeiras atitudes do ladrão ou intruso é cortar a energia elétrica na entrada do imóvel, pois bem o sistema
que contiver esse acessório imprecindível não permitírá que o sistema deixe de funcionar em função da bateria que agirá como no break, mantendo assim o funcionamento da cerca elétrica ou alarme.

DICA: Troque a bateria anualmente.

Normas Técnicas e amparo legal Trabalhe com EletroROSAM

A “International Eletrotechnical Commission”(IEC) integrada por mais de 60 países, desde 1906, edita normas para os produtos que utilizam energia elétrica.
No caso da cerca elétrica tais normas estão específicas no item 5.101 da norma 60.335-2-76 que determina a voltagem, energia e tempo de permanência da carga elétrica nos fios.
O Brasil ainda não possui nenhuma lei federal ou estadual que trata do assunto em específico, prevalecendo, portanto, o que diz a Constituição Federal no Artigo 5º, par. II, XI e XXII:
Par. II – Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer algo, senão em virtude de lei;
Par. IX – A casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém podendo nela penetrar sem consentimento do morador, salvo em caso de flagrante delito ou desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o dia, por determinação judicial;
Par. XXII – É garantido o direito de propriedade.
Na defesa destes direitos, instalando a cerca elétrica sobre muros, ou grades, dentro do domínio particular, de modo a só ser tocada com a invasão do domínio, respeitando os limites da IEC, não pode haver impedimento legal no uso de cerca elétrica pulsativa.
Vários Municípios Brasileiros adotam leis específicas aprovando o uso do sistema.

Não permita ou cometa erros na instalação de cerca elétrica maringa contrate a EletroROSAM

É muito comum perceber erros crassos em instalações de cerca elétrica e não devemos nos abster de tais erros. Há diversos aspectos a serem observados na instalação de um sistema de cerca elétrica, o primeiro é a legalidade ou respeitos a normas técnicas como: nunca instalar cerca elétrica em um muro com altura inferior a dois metros, nunca avançar o perímetro a ser protegido ou entortar hastes, não se deve dividir o circuito entre os vizinhos (salvo se o imóvel for germinado), em gradis deve-se verificar uma distância mínima entre o primeiro filamento. Outro aspecto é o técnico, instalações próximas a arvores (o vento movimenta a arvore que encosta nos filamentos e ocasiona disparos falsos), postes de entrada de rede elétrica e telefônica, passagem de cabos de alta isolação na parte interna do imóvel, excesso de filamentos em locais onde não há escoramentos, excesso de placas de advertência (chama atenção). Lembrando, uma bom sistema de cerca elétrica parte de um visual discreto, firmeza das hastes e os fios sempre esticados, evite excessos.

Cerca Eletrica Maringa – EletroROSAM

Para que usar cerca eletrica maringa

Devido ao aumento da insegurança especialmente nas grandes cidades e nas zonas à sua volta são cada vez mais as pessoas que sentem a necessidade de melhorar a proteção das casas onde moram e dessa forma dar mais segurança às suas familias.

A cerca eletrica maringa é um dos produtos que faz cada vez mais parte do leque de produtos que as pessoas estão dispostas a comprar para a instalação em suas casas.

Principal Função de Uma Cerca eletrica maringa

Como muitos produtos de segurança a cerca elétrica em maringa é um dispositivo dissuasivo, pretende impedir que alguém tente entrar no espaço em proteção, seja uma casa, um armazém, etc.

Instalação da Cerca Elétrica

As cercas elétricas devem ter sempre a sua instalação feita por uma empresa e pessoal especializado na montagem do sistema de segurança de cercas elétricas, não deve ser esquecido que para além de uma empresa estar habilitada em termos técnicos a proceder à instalação, é importante que a legislação existente seja cumprida para que este sistema de proteção não implique no futuro problemas com a justiça no caso de um acidente.

Sistemas de cerca elétrica maringa com instalação devidamente feita por uma companhia especializada significa que esta está preparada para oferecer proteção ao mesmo tempo que não deve representar um perigo letal.
Isto acontece porque as cercas elétricas estão ligadas a um pequeno dispositivo, uma pequena central que recebe toda a informação enviada pelas cercas e que no caso de enviar eletricidade através dos fios, essa energia é enviada em faixas de reduzida duração, normalmente em milésimos de segundo, criando imediatamente cerca de 1 segundo de inactividade até ser enviado novo pulso elétrico.
Esta pausa é extremamente importante porque no caso de eletricidade contínua o que pode suceder é a pessoa não conseguir criar afastamento dos fios da cerca.
Com a pausa o que acontece é que a pessoa tem a possibilidade de afastar a perna, o braço, de forma a evitar um acidente.
As descargas elétricas que são enviadas através da cerca energizada normalmente são de elevada tensão mas de baixa amperagem.

Ligação com a Central de Alarme

A eficiência de uma cerca elétrica pode ser aliada à capacidade de resposta e intervenção rápida se estiver ligada a uma central de alarme, desta forma é possível receber a notificação de alarme sempre que a cerca elétrica seja acionada para impedir uma tentativa de intrusão.

Fio de Aço Inoxidavel

O aço inoxidável é o material que compõe a cerca elétrica e é através dos fios de aço inoxidável que circula a eletricidade que é enviada em pulsos.

Bateria Elétrica

Um sistema de cercas elétricas necessita estar operacional numa base de 24 horas, 7 dias por semana, este equipamento é instalado sempre com uma bateria elétrica.
Esta instalação é necessária para evitar que no caso de uma tentativa de intrusão na casa, se por acaso a eletricidade for cortada a bateria elétrica entra imediatamente em funcionamento continuando a poder enviar pulsos elétricos através da cerca elétrica.

Equipamento de Cerca Elétrica maringa Recente

Como todos os equipamentos e tecnologias este dispositivo tem evoluído bastante e hoje uma das suas vantagens é a possibilidade de integração num sistema de segurança existente numa casa.
Uma das formas de aumentar a eficiência da cerca elétrica é adicionar concertinas.

No caso da instalação de uma cerca elétrica num muro ou numa parede que seja partilhada por moradores, muros que dividem as propriedades, neste caso a instalação de um sistema de cerca elétrica necessita de autorização ou então deve ser instalada a 45 graus de inclinação para o interior da propriedade que está a proteger, isto visa minimizar os danos que podem ser provocados pela cerca elétrica a terceiros.

CREA

Na contratação de uma empresa para montagem de cercas elétricas a escolha deve recair numa empresa com garantias técnicas e de responsabilidade, procure a segurança dos serviços profissionais de uma empresa registrada no Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (C.R.E.A.) dessa forma a responsabilidade sobre qualquer acidente relativo à cerca não é apontado ao proprietário da casa ou ao condomínio.

ART

A cada instalação de cerca elétrica é necessário ter o documento ART, que significa “Anotação de Responsabilidade Técnica” pela execução, este documento permite ter a cerca elétrica legalizada e esta legalização é válida por 1 ano, após fim da validade é necessário proceder à validação do documento ART-Anotação de Responsabilidade Técnica.

PROJETO DE LEI COMPLEMENTAR /2008

O Projeto De Lei Complementar /2008 deixou novos dados no campo da instalação de cercas elétricas.
Destacamos o fato de definir como medida mínima de altura do muro nos 2,20 metros, não permite a ligação de uma cerca elétrica diretamente à energia de alimentação da casa, não permite que exista vegetação a tocar na cerca nem que a mesma esteja em funcionamento durante o cuidado de arvores através da poda, a distância mínima para locais de armazenamento de gás liquefeito de petróleo é de 3 metros.

Perante a ausência de normas provenientes da ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas devem ser adotadas as normas técnicas existentes na IEC-Internacional Eletrotechnical Commission.

A empresa ou o profissional técnico que faz a instalação da cerca elétrica deve estar profissionalmente habilitado para o efeito.

A cerca elétrica deve ter uma tensão máxima de 10.000V, a duração do pulso elétrico deve ter 10 milésimos de segundo, a corrente máxima pode atingir os 5mA, o intervalo entre os pulsos elétricos deve ser de 1,2 segundos.

Existe a obrigatoriedade de afixar sinalização que permita ficar informado da presença da cerca elétrica, incluindo símbolos que possam ser percebidos por pessoas que sejam analfabetas, esta sinalização deve estar colocada de 4 em 4 metros junto da via publica e de 10 em 10 metros nos outros lados do imóvel.

O proprietário ou o responsável pelo imóvel fica com a obrigação de proceder à manutenção do equipamento a cada 12 meses.

A cerca elétrica deve reunir a aceitação dos vizinhos que dividam os limites do imóvel, não sendo necessária esta aceitação no caso da instalação da cerca elétrica ficar a 45º para o interior do imóvel em questão.

Passou a ser obrigatório ter e proceder à apresentação perante o órgão de fiscalização, a Anotação de Responsabilidade Técnica, (ART).

O desrespeito das normas do Projeto De Lei Complementar /2008 obriga ao pagamento de uma multa de 50 upm.

Veja na secretaria da sua prefeitura quais são os documentos que deve apresentar, quais os modelos que deve preencher para legalizar a sua cerca elétrica.
Geralmente é necessário apresentar nos serviços da prefeitura a Anotação de Responsabilidade Técnica pela execução da obra (ART).

Documento comprovando que a instalação foi feita de acordo com as exigências da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) ou em alternativa cumprindo as normas internacionais estipuladas pela International Eletrochnical Commission (IEC).

Se a instalação das cercas for feita em muro ou zona partilhada por moradores deve apresentar também uma declaração dos vizinhos aceitando a instalação da cerca ou deverá apresentar prova que a cerca fica construída a 45 graus para o interior da sua residência.
Deve também preencher o modelo de documento onde será apresentado o croquis do local onde a cerca elétrica será instalada.

Fonte: http://www.alarme-seguranca.com

Cerca Eletrica Maringa – Eletro Rosam

A Cerca elétrica ,Tem a função de impedir ou dificultar uma possível invasão pelos muros da residencia ou comercio. Não é letal , por não possuir energia suficiente, pois seu choque é pulsativo com efeito inibitivo, porém o contato com o corpo humano é atordoante. Cerca Eletrificada O alarme dispara quando há um corte ou aterramento dos fios que constituem a rede de proteção do sistema. Ocorre que a voltagem é altíssima, na casa dos 8000 Volt e é acionada mediante fuga de corrente. Tendo em vista que funciona através de pulsos elétricos (intervalo mínimo de um segundo entre cada descarga elétrica), sua amperagem vai quase à zero, não ocasionando, assim, mal a saúde.

Quando instalada convenientemente por empresa responsável e seguindo as orientações técnicas o pulso elétrico recebido pelo invasor, não tem a intensão de levá-lo a morte e muito menos machucá-lo.

O seu poder de dissuasão é grande, em razão do atordoamento levado pelo invasor.

É uma forma de proteção bastante eficiente. O choque atordoa o intruso sem causar maiores danos e, se os fios forem violados, o alarme dispara.

Há dois tipos à disposição no mercado:
» Cerca eletrica monitoradas : Permitem a sua integração com uma central de alarme, que poderá estar ligada ou não externamente com uma empresa de segurança eletrônica. Além disso, poderá, quando tocada, acionar alarmes, luzes etc.

» Cerca eletrica não monitoradas: Possuem as mesmas características da anterior, porém não podem ser ligadas a uma central de alarme.

Algumas considerações devem ser feitas:
– A instalação da cerca eletrica maringa deve ocorrer em muros ou alambrados com mais de 2,50 metros, com placas sinalizadoras e não ter contato com vegetação.
– A cerca eletrica maringa deve ser instalada de forma perpendicular ou voltada para o interior da propriedade a ser protegida. Também, não se deve vergar a cerca, dentro dos limites da propriedade do vizinho ou rua.
– Apesar da legislação estadual e federal não proibir a utilização do sensor elétrico, é de bom alvitre consultar a legislação municipal a respeito, pois em algumas cidades ocorrem restrições de uso.

A cerca elétrica possui vários atrativos: baixo consumo de energia, maior resistência ao tempo, sendo um produto de total segurança, alta confiabilidade e baixo custo.

» Legislação e Informações Sobre Cercas Elétricas

Utilizada amplamente na Europa e Estados unidos desde 1930, à cerca eletrificada ainda é pouco difundida no Brasil, principalmente pelo desconhecimento generalizado sobre suas aplicações e benefícios, facilidades de instalação e manutenção, baixo custo, além do falso conceito quanto ao eventual “Perigo” que ela possa representar.
Esclarecimentos Jurídicos

A instalação de cerca eletrificada não é proibida, pois se trata de um exercício regular de direito, O artigo 5º, inciso II, da Constituição Federal dispõe que “ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude da lei”.
A cerca eletrificada é chamada de ofendículo, meio pelo qual o proprietário de um bem coloca aparelhos para impedir e prevenir a invasão de sua propriedade. Não há regulamentação legal no âmbito federal para altura mínima, potência máxima, tipo de choque.
Os artigos 572 e 588 do Código Civil prevêem que “o proprietário pode levantar em seu terreno as construções que lhe aprouver, salvo o direito dos vizinhos e os regulamentos administrativos” e ainda” tem direito de cercar, murar, valar, ou tapar de qualquer modo seu prédio.”
Cumpre analisar a responsabilidade pela eventual morte ou lesão corporal em razão do uso da cerca eletrificada. Destacam-se dois grupos:
a) invasor que pretende cometer ato ilícito (p.ex.: furto, roubo).; e
b) outras pessoas (p.ex.: crianças brincando).

Alguns tribunais já entenderam que o proprietário do imóvel não pode ser responsabilizado pela morte ocorrida em função da descarga de cerca eletrificada. Porém, a maioria entende que o uso de fios elétricos não exclui o crime de homicídio ou lesão corporal, caracterizando-se verdadeira imprudência do proprietário do bem, que responde civil e criminalmente pelos danos causados. Assim, são imprescindíveis certas providências para evitar morte e ou lesão corporal de pessoas que adentrem lícita ou ilicitamente à propriedade, devendo obedecer a critérios razoáveis.

A cerca eletrificada pode ser utilizada desde que siga sério controle por parte da empresa responsável pela instalação do produto, uma vez que seus representantes legais podem ser acionados civil e criminalmente para responder pelos eventuais prejuízos e danos causados pela morte ou lesão corporal.

A única legislação encontrada sobre a matéria é a Lei nº. 8.200 de 23 de setembro de 1998, de Ribeirão Preto (SP). Apesar dessa lei só ter validade neste município, pode ser tomada como parâmetro nas instalações.

Dispõe o artigo 1º da Lei 8.200/98 que: “As empresas responsáveis pela instalação e manutenção da Cerca elétrica deverão adaptá-las a uma altura compatível (Mínimo 2.20 metros de altura), adequada a uma amperagem que não seja mortal, sendo que o local deverá possuir placas, contendo informações que alertem sobre o perigo iminente, em caso de contato humano.”

Parágrafo 2º: A instalação e a manutenção de “cerca elétrica” deverão ser realizadas por empresas com comprovada especialidade técnica.”

Algumas recomendações

• O equipamento não pode oferecer risco à integridade física dos usuários ou de quem venha a “tocar” nele por estar eletrificado.
• O choque provocado pela cerca é conhecido como choque moral, possui alta voltagem e baixa amperagem. É pulsativa. Não queima, não deixa marcas e não faz com que os animais e as pessoas que nela encostem ou segurem fiquem grudadas.
• Não existe atualmente no Brasil legislação que trate do assunto, quer seja proibindo ou autorizando a instalação de cercas eletrificadas em perímetro urbano.
• Existem várias normas sobre cerca elétrica na ABNT, porém como não há nenhuma oficial, no Brasil as mais utilizadas são as editadas pelo Canadá e pelo IEC.
• Embora não exista legislação que trate do assunto, qualquer pessoa que receba o choque ou se sinta incomodada com a situação, pode entrar com uma ação judicial contra o imóvel que a instalou.
Para evitar problemas com ações judiciais, a ABESE recomenda seguir os padrões de orientação existente em outros países, assim como:
• Sinalizar devidamente o local (perímetro) a respeito da cerca e suas conseqüências.
• Informar todos os moradores, funcionários e a quem se faça necessário, que ocupem a área interna da cerca, de sua finalidade e periculosidade. Principalmente as crianças, certificando-se de sua compreensão.
• Informar vizinhos sobre a finalidade e a periculosidade da cerca.
• Desligar o equipamento antes de regar plantas próximas à cerca, fazer podas de árvores ou plantas (caso exista) e fazer manutenção do equipamento ou do muro.
• Utilizar sempre assistência técnica autorizada/credenciada.
• Não deixar que a vegetação, caso exista, venha a tocar a cerca.

A Importância do Projeto na Segurança Eletrônica Maringa

É de conhecimento público o franco crescimento do mercado de segurança eletrônica o que tem atraído inúmeros novos empreendedores para esta fatia do mercado. Porém, a falta de uma legislação reguladora tem, também, facilitado a atuação de empresas sem nenhum conhecimento técnico ou pior, inescrupulosas.

Dessa forma, cabe ao próprio mercado criar um diferencial: O Projeto de Segurança Eletrônica. Enquanto a maioria das empresas apresenta apenas um orçamento e, portanto, estão interessadas apenas na venda de seus produtos, as empresas que apresentam um projeto de Segurança Eletrônica estão focados em: atender as necessidades do cliente; minimizar os riscos; elucidar aos clientes os equipamentos que serão utilizados; apresentar seus custos e garantias.

A fase inicial do projeto é o diagnóstico das necessidades do cliente com base em uma análise de riscos e vulnerabilidades. Este diagnóstico deve ser realizado por um consultor o qual, além de ouvir as expectativas do cliente, deverá fazer um estudo minucioso do local.

O Projeto de Segurança Eletrônica propicia vantagens tanto ao cliente como à empresa integradora.
Ao Cliente:

  • Analisar se suas necessidades serão atendidas
  • .Conhecer os equipamentos que serão utilizados, suas características técnicas e garantia.
  • Poder auditar a entrega e instalação dos referidos equipamentos.
  • Conhecer o custo individual de cada equipamento e avaliar seu custo/benefício
  • .Ter conhecimento do tempo para instalação.
  • Conhecer o número de prestadores de serviço que estarão envolvidos na operação.
  • Verificar se as tubulações ofertadas atendem às exigências legais do seu negócio (código de obras).
  • Saber quem é o responsável pela elaboração do projeto e pela execução técnica.

A Empresa Integradora:

  • Escalonar suas compras com base no escopo do projeto.
  • Definir a quantidade de mão de obra a ser empregada com base no cronograma de instalação.
  • Calcular seu custo real de mão de obra.
  • Conhecer sua capacidade de atendimento às instalações
  • Desenvolver a capacitação adequada da sua mão de obra.

Basicamente, um projeto de segurança eletrônica deve ser composto por:

  • Apresentação da empresa.Diagnóstico das necessidades.
  • Análise de risco.
  • Descritivo dos equipamentos, com foto e características técnicas
  • .Escopo do projeto (Descritivo de Instalação).
  • Cronograma.Custo e condições de pagamento.
  • Garantias.
  • Responsável pela elaboração e sua capacitação profissional.
  • Responsável técnico pela execução.
  • Fornecedor dos equipamentos.
fonte : http://www.administradores.com.br/artigos/negocios/a-importancia-do-projeto-na-seguranca-eletronica/55755/

Regras para instalação de cerca elétrica em residências são aprovadas pela CAS

 

A Comissão de Assuntos Sociais (CAS) aprovou, nesta quarta-feira (17), regras mínimas para a instalação de cercas eletrificadas em residências ou condomínios. O relator, senador João Alberto (PMDB-MA), acatou o substitutivo a projeto (PLC 52/2010) que já havia sido aprovado pela Comissão de Serviços de Infraestrutura (CI). O texto será votado em turno suplementar pela CAS e a decisão terá caráter terminativo.

– Embora a matéria esteja aparentemente dentre as atribuições legislativas dos municípios, na prática, a maior parte deles não impõe um mínimo de normas, o que acaba resultando na proliferação de cercas eletrificadas, praticamente sem qualquer critério. Como consequência, há um número crescente de mortes e ferimentos em decorrência da instalação das cercas sem as devidas precauções com a segurança – observou o senador João Alberto.

O substitutivo aprovado determina que as cercas eletrificadas ou energizadas nas cidades e no meio rural devem ser instaladas a uma altura compatível com a finalidade a que se prestam. Em áreas urbanas, deve ser observada altura mínima, a partir do solo, que minimize o risco de choque acidental nos moradores e usuários das vias públicas.

O equipamento instalado para energizar a cerca, de acordo com o texto aprovado pela CAS, deverá prover “choque pulsativo em corrente contínua, com amperagem que não seja mortal”, em conformidade com regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Para alertar sobre o perigo de choque, deverão ser fixadas, em lugar visível, placas de aviso sobre a existência da cerca elétrica, utilizando símbolos para possibilitar a compreensão inclusive por pessoas analfabetas. A instalação de cercas eletrificadas próximas a recipientes de gás liquefeito de petróleo deve obedecer às normas da ABNT.

O projeto estabelece, para os casos de descumprimento das normas, multa de R$ 5 mil para o proprietário do imóvel ou síndico, quando em área comum de condomínio, e de R$ 10 mil para o responsável técnico pela instalação. Em caso de reincidência, a multa será aplicada em dobro.

O texto original do projeto de lei da Câmara (PLC 52/2010), de autoria do ex-deputado Silvinho Peccioli, previa que os valores arrecadados em multas seriam revertidos ao Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea). O substitutivo da CI, aprovado nesta quarta-feira pela CAS, determinou o encaminhamento dos recursos à Defesa Civil do município, que também será responsável pela fiscalização dos serviços de implantação e de manutenção realizados nas cercas eletrificadas.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

TÓPICOS:

A concertina garante a segurança?

A concertina garante a segurança?

Hoje a segurança patrimonial é um assunto muito preocupante, Invasões, arrombamentos e assaltos estão ficando cada vez mais comum. Os bandos estão conseguindo escapar das cercas de varias técnicas de segurança como a das cercas elétricas. Algumas pessoas dizem que com a cerca concertina é mais difícil de driblar e caso os marginais consigam, terão que sair pelo mesmo local que entrou e provavelmente não será uma tarefa fácil. As barreiras específicas de segurança como a concertina são um obstáculo muito mais eficiente contra esse tipo de ameaça. A concertina é também uma alternativa mais barata da cerca elétrica.

Outras formas de cerca mento, como telas de arame, alambrados e o tradicional de arame farpado, não oferecem tanta proteção contra eventuais invasores, sendo facilmente transpostas sem cumprir a função de afastá-los do alvo de suas ações criminosas.

Acredito que para garantir a segurança vale a pena apostar em conjunto de providências, tais como. Cerca elétricas, Concertinas, Trancas em portas e janelas e no que for preciso.

Redes laminadas são soluções alternativas onde se torna necessário uma aplicação mais específica, principalmente para substituir alambrados comuns. Já no uso residencial, é muito usado o Flatwrap, ideal para ampliar a proteção em locais mais altos, além das lanças protetoras, muito mais seguras e confiáveis do que os cacos de vidro improvisados sobre muros.

O que é uma concertina?

concertina

A concertina, é uma cerca de formato espiral composta de lâminas de aço cortante que machuca muito quem tenta passar por ela. Derivada das cercas utilizadas em ações militares, porem ela se destacam pela excelente relação entre custo e benefício. A concertina é a evolução do arame farpado e é mais usada para proteção de residencias são instaladas em cima dos muros de maneiro que mantenha o máximo possível de seus espirais, por desta forma ele atrapalha muito quem tenta ultrapassa-la.

 

Tipos de concertina

Os tipos de concertina se diferem basicamento pelo tamanho e distância entre lâminas, diâmetro e espiras.

Concertina Simples

Indicada para áreas de menor risco. Concertina básica com menos espiras, mas com a mesma imposição das lâminas cortantes

Concertina Dupla Clipada

Com sistemas automatizados na produção, os Clips de Aço reduzem o espaçamento das espiras, proporcionando maior segurança e proteção perimetral.

Concertina Flat

Possui um sistema de lâminas afiadas e perfurantes, com alturas variadas e de forma plana. É indicada para portões e alambrados. Sua instalação é feita com suporte galvanizado e arames de aço de alta tensão de ruptura.

Concertina Pintada

Uma opção para áreas que requerem uma aparência mais discreta e bonita, mas proporcionando a mesma qualidade e segurança da concertina tradicional.

Concertina Eletrificada

O poderoso sistema cortante da cerca concertina unido com um sistema de eletrecidade, porem para instalação do sistema de eletrificação é necessário uma autorização de responsabilidade do contratante

Read more: http://www.conteudomega.com.br/seguranca/concertina/#ixzz3bl3NtgBk